A nossa pele é uma barreira altamente protectora, quase ipenetrável!

Quase… porque sabemos que a pele é permeável e absorve alguns principios activos se colocados sobre a mesma. Alguns destes químicos podem não ser benéficos para o nosso corpo, porque podem passar da pele para a corrente sanguínea.

Se até à fase de gravidez vocês tinham (ou pelo menos deveriam ter!
😉) os cuidados com a pele, agora na fase da gravidez deverão redrobá-los.

Ainda que a barreira feto-placentária seja bastante eficaz, muitos produtos que ingerimos ou aplicamos na pele podem la chegar e não ser tão positivo para a grávida nem para o bebé.

Como existem poucos estudos realizados em grávidas, pois éticamente é complicado, há poucas evidências do que podemos ou não aplicar na gravidez. E depois vem o mito que a amiga da tia da prima diz que viu … enfim!
Por isso partilho convosco dicas importantes para cuidarem da vossa pele!

Gravidez é sinónimo de aumento da vascularização dos tecidos, logo podem notar diferenças na pele, como zonas mais avermelhadas. Também como as hormonas vão andar ao rubro, situações como acne podem agravar e até mesmo aparecer outros problemas que devem ser identificados pelo profisisonal de saúde que vos segue!

As amigas hormonas também vão provocar alterações na pigmentação da pele, originando manchas.
Em geral estas manchas manifestam-se na testa, nas bochechas, a parte superior do lábio e o queixo.
Já ouvimos falar do “pano” das grávidas que aparece ainda entre o primeiro/segundo trimestre da gravidez?

A maioria das manchas são apenas superfíciais e desaprecem nos meses seguintes ao parto, keep calm! Contudo, algumas podem atingir uma camada mais profunda da pele e ficarem mais permamentes e ser necessário outro tipo de tratamento após a amamentação.

Na gravidez devem evitar produtos que contenham:

  • Adelgaçantes com cafeína
  • Despigmentantes com corticoides ou hidroquinona
  • Activos esfoliantes com alfa-hidroxiácidos
  • Cremes anti-rugas com concentrações elevadas (superior a 1%) de retinol (vitamina A) e pró-retinol (anti-rugas)
  • Alguns óleos essenciais presentes em gamas mais naturais, podem provocar contracções por isso antes de utilizarem falem com um profissional de saúde para vos orientar.

Quando procurarem um produto vejam sempre no rótulo a sua composição ou peçam ajuda ao profisisonal para vos orientar.

DICA:
Optem por produtos neutros , sem cheiros/frangrâncias intensas (podem intensificar as naúseas e originar mais alergias/reacções na pele), sem parabenos ou constituíntes muito abrasivos para a pele.
Evitem também produtos que tenham demasiado alcool na sua composição ou ácido acetilsalícilico.
Menos é mais!

Tratamentos de beleza a evitar/ponderar fazer mais tarde:

  • Descolorações no cabelo, alisamentos, permanentes devem também evitar especialmente no primeiro trimestre (altura em que as estruturas mais importantes do feto se estão a formar) e também quem amamenta. Contudo, podem optar por produtos por exemplo sem amoníacos mais tarde na gravidez e na amamentação.
  • Depilação a laser pode ser realizada mas a sua eficácia diminui neste perído em que a hormona estão à solta e podem alterar crescimento do pelo.
  • Tratamentos estéticos como injecções de botox, tratamentos de radiofrequência ou infra-vermelhos não são adequados para esta fase.

Como conseguimos minimizar este efeito das hormonas na pele?

1- Limpeza: Usar produtos suaves para limpeza de manhã e à noite. Se notarem mais oleosidade na pele ao longo do dia também podem fazer uma limpeza com água micelar. Assim vão controlando a oleosidade da pele e evitando mais borbulhas. Ah! E não esquecer de retar a mauilhagem meninas! Tenham atenção a alguns produtos de maquilhagem em relação à sua composição e se estão na validade (pois podem fazer-vos algumas reacções que antes da gravidez passavam despercebidas ou era inexistentes!)

2- Hidratação: Após a limpeza, hidratem sempre a pele! Não é preciso um creme demsiado gordo na zona da face, optem por um que seja adequado para o vosso tipo de pele, oilfree para quem tem tendência para acne.
Façam uma leve massagem com movimentos circulares para aplicação do creme, não deixando zonas por hidratar.


3- Protecção: Protecção sempre! Esta protecção deve ser contra raios UVA e UVB. Usem para isso cremes de dia com esta protecção máxima de 50 e vão repetindo a aplicação do mesmo ao longo do dia;

– Usar um serum e creme anti-manchas adaptado a grávidas, de manhã e à noite.

– Limitar a exposição solar directa, podem até usar chapéus (até estão na moda!) e ajudam a aumentar a protecção;

– Evitar esfoliações muito agressivas;

– Pedir observação de um especialista em dermatologia para vos orientar, consoante cada tipo de pele.

Sinais de alarme:

  • Comichão (especialmente nas mãos/barriga de forma intensa)
  • Aparecimento de pápulas ou manchas num local do corpo devem pedir observação médica!

DICA:

  • Sempre que quiser experimentar um creme novo, aplique na dobra do cotovelo para ver se faz reacção! Assim pode selecionar a melhor opção 😉

1 reply
  1. Inês Nunes
    Inês Nunes says:

    Eu usava creme vichy slow age. Tenho dificuldade em perceber se há algum componente que possa fazer mal ao bebé. Mesmo lendo a infinita descriçao dos componentes. Deverei mudar? Usei nos entretanto um da clarins hidratante hydra-essentiel. Todos teem protetor UV. Tambem li que nao pode ser protetor UV quimico. É verdade? Como é que identifico isso? Ah algum cuidado especial para os cremes de olhos? Ja uso ha muito tempo porque tenho tendencia a papos e li que ter muito cuidado com essa pele mais sensivel e nao aplicar creme de rosto na area mas um creme para olhos.

    Reply

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply to Inês Nunes Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *