Verão. Férias. Descanso. Paz. Tranquilidade. Silêncio.

Se é isso que espera e tem filhos pequenos está no filme errado. Essa banda sonora não acompanha a curta-metragem das férias das crianças.

 

O texto de hoje é escrito pelo Pedro Fernandes , que nos vai dar dicas importantes para que as nossas férias em família sejam zen ??

Porquê é que as férias não são zen como queremos?

1º Têm à disposição, 24h por dia, os pais. Isso é sempre uma novidade. E eles pensam que o melhor teste ao amor supremo paternal/maternal é o da paciência. Toca a testar.

2º Na verdade estar com os pais e ter o tempo deles é o melhor programa de férias para uma criança. Basta o ritmo completamente louco do ano inteiro. Se lhes der tempo com amor terá paz. Descanso. Tranquilidade. Silêncio. Mas depois das férias. Veja isso como um investimento.

3º Adoram a sua presença consciente.

4º A essência da criança saudável é fazer cenas. Brincadeiras e coisas da mesma árvore sonorológica do barulho. Parar, para eles, nem para apanhar Pokemons. Desligue a aplicação.

Por isto tudo, agora que as férias estão a começar prepare-se para a brincadeira. Para a paciência amorosa. Liberte a mente das suas obrigações. Seja ainda mais flexível. Não ceda à tentação dos Centros Comerciais. É uma “armadilha do demo” para as férias em família. Elas ficam tomadas pela vontade. A natureza é quase sempre melhor solução. Dá mais trabalho mas ganhamos em tranquilidade. O ambiente natural é a melhor forma de enraizamento para nós e para as nossas crianças.

Mas sobretudo faça programas em que todos se divirtam e se não for possível negoceie. Essa é uma característica fundamental para ser Pai/Mãe. Essa e todas as outras 5980 que vamos desenvolvendo. Faça com que todos se sintam respeitados.

Lembre-se que quase tudo passa. Os gritos deles de Verão passam até ao próximo ano. Mas os nossos gritos eles guardam para sempre.

 

Boas férias ? ☀️ ? 

 

PS: A escola já acabou. Falar dela ou dos resultados obtidos é trazer para as férias uma mochila que ocupa muito espaço.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *