A fase final da gravidez é a altura ideal para dedicarmos algum tempo para preparar o “ninho” que irá acolher o bebé daí a pouco tempo, pois assim que ele chegar, os dias serão exclusivos para cuidar dele e no tempo que sobra, de nós também.

Deste modo, é importante pensar num plano de acção que nos ajude a antecipar algumas das necessidades que se avinham e evitar correrias e acrescentar mais tensão a alguma que já possa existir nos primeiros dias.

Assim sendo, preparei-vos uma pequena lista com os aspectos mais importantes para preparar o regresso a casa:

  1. Preparar a casa:

A preparação da casa envolve toda a casa, para além do quarto do bebé. Convém ter minimamente preparado o espaço e ter todos os materiais importantes para os primeiros cuidados com bebé.

– Limpeza:

Na generalidade das mulheres, as limpezas até poderão ser um bom exercício para promover o início do trabalho de parto (a evitar em placentas prévias/descolamento, ameaças de parto pré-termo ou outras indicações médicas de repouso) e ajudam a organizar os espaços.  Muitas vezes, nesta fase de arrumações, é que nos apercebemos do que falta e assim com tempo e calma conseguimos colmatar imprevistos. E porque não encarar isto como um programa entre amigas e em conjunto darem os últimos retoques no quarto do bebé?

Não se esqueçam: para além de ser uma sensação óptima, a de regressar à nossa casa cheirosa e arrumada, depois da estadia no hospital, é importante para a saúde e bem-estar do bebé.

  1. Comida:

Podem ter de reserva águas e snacks saudáveis e podem, igualmente, preparar algumas refeições e deixar no congelador para não terem que se preocupar em cozinhar nos primeiros dias após o regresso.

Sugestões:

– Sopa;

– Saladas;

– Peixes gordos (sardinha, salmão…);

– Sobremesas saudáveis: sugestão – pudim de chia (receita: 1 copo de leite de arroz ou outro com 4 colheres de sopa de sementes de chia. Deixar repousar uma noite no frigorifico e no dia seguinte, adicionar fruta e frutos secos por cima);

– Muffins de legumes (receita: ovos, legumes cortados. Colocar numa forma e leve ao forno 15 minutos);

– Tiras de cenoura ou tostas de arroz (às vezes à noite, enquanto amamentamos, dá-nos aquela vontade de trincar qualquer coisa);

– Apostar em frutas e legumes da época.

Fazer compras:

As compras incluem não só comida e água, mas também aqueles clássicos: papel-higiénico, pensos higiénicos, produtos de higiene, etc… Agora é uma boa altura para aproveitar as feiras do bebé – a decorrer nas superfícies comerciais como o continente, pingo doce, jumbo – para adquirirem produtos para o bebé de forma mais económica. E, já agora, vejam (ou revejam) o artigo sobre o que realmente precisamos levar na mala da maternidade, para saber em que produtos devem investir: Bebé Saudável – Mala da maternidade: o que é realmente necessário levar.

  1. Roupa do bebé:

Este passo é importante para o bem-estar do bebé, pois as roupas estão expostas nas lojas, onde muita gente toca e passa microorganismos para a mesma. Ora como o sistema imunitário do nosso bebé é ainda muito frágil, toda a sua roupa, assim como, mantas e fraldas de algodão, devem ser lavadas previamente num programa extra enxaugamento com detergente especifico para bebé. Para além de lavar, devem cortar todas as etiquetas, a fim de não agredir a sua pele tão delicada.

  1. Preparar os familiares: Pois é, esta tarefa também é importante para articular as ajudas e as visitas no pós-parto. Informem desde já as vossas preferências e nomeiem os responsáveis por determinadas tarefas (por exemplo, o avô vai passear o cão enquanto estão na Maternidade, a tia prepara a comida nos dias a seguir ao regresso a casa, os amigos tratam de ajudar na roupa…)

Ficam aqui mais dicas para darem às vossas visitas:

10 regras para visitar um Recém-nascido

 

  1. Dica extra – Preparar o nosso amigo de quatro patas: Levando uma fralda que esteve em contacto com o bebé para o seu animal de estimação sentir o cheiro e não estranhar no dia que conhece o bebé. Saibam mais sobre este assunto em:Bebé Saudável – Como preparar o seu cão para a chegada do bebé

 

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *