Durante a gravidez, as hormonas produzidas, principalmente a progesterona, fazem com que as fases de crescimento e de repouso durem mais tempo parecendo, então, os cabelos bem mais bonitos e brilhantes.
Por outro lado, no período de amamentação muitas mamãs deparam-se com a “queda de cabelo”, sendo este um processo natural e que se pode dever a vários motivos:

– Nos primeiros meses após o parto ocorre o chamado eflúvio telógeno, o qual é um processo natural que se caracteriza pela queda de 50 a 100 fios de cabelo de forma rápida ou gradual, que termina ao fim de 6 a 12 meses – acontece tanto às mães que amamentam como às que não o fazem!

​- Simultaneamente, poderá haver uma grande quantidade de cabelo na fase de repouso, o que levará a que meses depois ocorra a fase de queda;

– Após o parto, a queda dos níveis de estrógenio, o cansaço físico, o stress e uma possível deficiência nutricional contribuem também para uma maior queda de cabelo;

Quando a queda de cabelo é intensa e aliada à instabilidade psicológica, típica do pós-parto, as mães sentem-se angustiadas, assustadas e inseguras.
Não é possível prever a duração desta situação e cada mulher sente mais ou menos consante diversos factores (estilo de vida, alimentação, exposição ao stress…).

Para combater este problema muitas mães têm tendência a recorrer a produtos químicos que poderão ser inconvenientes na amamentação, para além dos custos associados sem que haja uma necessidade.

Nós somos o que comemos… certo? Vamos abordar este processo normal de “dentro para fora” 🙂 Começe pela alimentação equilibrada, pois terá um papel fundamental para a prevenção da queda de cabelo, assim como para o crescimento saudável do novo cabelo.

A alimentação deverá ser rica em vitaminas, minerais (zinco e ferro), proteínas e gorduras “saudáveis” (abacates, azeite, salmão). Inclua alimentos como vegetais alaranjados e folhas de cor verde escura, grãos, nozes e cereais integrais, sementes de chia/abóbora entre outras (ABSOLUTAMENTE COMPATIVEIS COM A AMAMENTAÇÃO).

Não esquecer também de:
•Evitar banhos muito quentes;
•Evitar escovagens exageradas;
•Apolicação de quente do secador, muito forte – manter alguma distância entre cabelo e secador.
•Fazer massagens ao couro cabeludo
•Óleo de argão para hidratar as pontas
•Escolher produtos que sejam pouco toxicos
•Aproveite para renovar o visual e cortar umas pontas, de modo a reforçar a vitalidade dos seus fios.

Apesar de tudo não se esqueça que a queda de cabeço é um processo natural desta fase da vida, por isso não se preocupe em exagero e não recorra a produtos tóxicos/químicos que poderão prejudicar a qualidade do leite materno e são desnecessários (deve procurar, sempre, orientação médica, se assim se justificar!).

http://www.doctoroz.com/slideshow/7-easy-tips-beautiful-hair

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *