Café e amamentação: eis a questão!

Quem não aprecia um café de manhã (ou vários!) … E quem está a amamentar pode beber café?

Esta deve ser uma das perguntas mais frequentes que me fazem… Então boa noticia primeiro:

Vários estudos revelaram que o café é um alimento que fornece alguns antioxidantes e minerais.
Porém, é um alimento com impacto acidificante no nosso organismo e em comparação com outros alimentos não tem assim tanto valor nutricional. Sendo que é um estimulante ê dá-nos uma falsa sensação de energia, sobrecarregando o corpo, já que diminui tempo de sono, confunde sintomas de abstinência com os fome (dores de cabeça, tonturas…), logo maior tendência para petiscar (o que não deve!) e o consumo excessivo faz aumentar a excreção de cálcio pelos rins. Eu sei… estou a ser desmancha-prazeres!

Mas e quem foi mãe e precisa de um boost de energia para cuidar do seu recém-nascido?
Existem muitas opiniões sobre este tema, mas não podemos cair em extremismos.

Tudo o que eu consumo vai directamente para o leite do meu bebé?
Sim, em parte vai e é importante ter em conta. Nada de exageros! Contudo, o café não sai da sua boca e vai directamente para a maminha, formando um (delicioso) cappuccino…

Que quantidade de cafeína vai para o leite materno?

A concentração de cafeína presente no leite materno varia consoante o nível de absorção do seu corpo e do tempo de metabolização que o mesmo demora para se “livrar” da cafeína.
Em geral, no leite materno está presente cerca de 1% da cafeína que consumiu.

Contudo, não é só o café que tem efeito estimulante e deve ter isso em conta: chá, bebidas energéticas, chocolates…. Também têm efeito e alguma concentração de teínas e outros estimulantes. Logo, deverá abster-se o máximo possível e encontrar um equilíbrio!

O recomendado em termos de café será 1 a 2 por dia (principalmente no período da manhã para promover o descanso tranquilo à noite e o corpo ter tempo de “desacelerar”).

Qual é o pico máximo de concentração de cafeína no leite?
Após aproximadamente uma hora de consumir café, a concentração do mesmo no leite tem o seu pico máximo. Independentemente se a mama já se encontrar “vazia”. O café vai ser excretado pela urina e leite materno.

Quanto tempo demora um bebé a excretar a cafeína?
Para adultos não fumadores, demoramos cerca de 12horas no total para nos vermos livres da substancia cafeína que consumimos. Um recém-nascido demora cerca de 160 horas para fazer este processo… (num bebé prematuro demora muito mais). Por esta razão, os níveis de concentração de cafeína podem ser muito elevados num recém-nascido. Pelos 3 a 4 meses, os bebés já conseguem demorar quase o mesmo tempo que os adultos a metabolizar a cafeína.
Traduzindo: é melhor ir com calma nos cafés nos primeiros meses de pós-parto


O consumo de cafeína é perigoso para os bebés amamentados?

Não existe nenhum estudo que demonstre o nível de perigo do consumo de cafeína pelas mães que amamentam. De facto, estudos diversos demonstram que não há grande impacto no padrão de sono dos bebés ou até no sue batimento cardíaco. Contudo, algumas mães referem que se consumirem mais que 300mg de cafeína por dia, notam diferenças no comportamento do seu bebé (por exemplo: irritabilidade, cólicas, obstipação, alteração padrão de sono) , logo é melhor sempre ouvir o que o seu corpo e o bebé lhe dizem, mais do que dosagens!

Em especial para aqueles pais que gostam de números e valores 😉 aqui vai:

150 ml de café da máquina: 90mg
Café solúvel: 63mg
Café descafeinado : 3mg
Chá: 32-42mg
Coca- Cola 16mg

Atenção, mais uma vez, ao consumo de outros alimentos com efeito estimulante!

Não se esqueça que um uso excessivo de alimentos estimulantes provoca:
– Insónia e diminuição da qualidade do sono

– Irritabilidade

– Piora o refluxo gastro-intestinal e arritmias

– Aumenta os níveis de insulina no sangue – logo para mães diabéticas pode aumentar o valor da glicémia

– Nas mães a amamentar que apresentam vasoespasmo do mamilo a cafeína pode piorar.

Se é mãe de um recém-nascido pense no efeito menos positivo que a cafeína pode fazer principalmente no seu descanso! Quando o bebé dorme, a mãe descansa e se estiver com boost da cafeína não o irá fazer… Logo, vai começar a acumular cansaço.

CONCLUSÃO:
Se está a amamentar é melhor fazer um uso equilibrado do café nos primeiros meses de vida do bebé, podendo consumir cerca de 1 a 2 cafés por dia, na parte inicial do dia.
Acaba de amamentar e toma o seu café, assim dá tempo para até a próxima mamada o corpo ir metabolizando a cafeína!

Muita coisa muda com a vinda do nosso bebé, mas o seu ritual do café ou chá não tem que ser uma delas – para alívio das recém-mamãs!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *