Todos nós sabemos que ter um filho é exigente, uma vez que exige mais tarefas mas também nos traz mais alegrias.

Recentemente um estudo americano fez as contas de quanto tempo despendem a mãe e o pai em tarefas com bebé e chegaram à conclusão que em média é equivalente a ter dois trabalhos e mais um par-time.

De acordo com este estudo, as mães eram quem acordava mais cedo por volta das 6:30 e só paravam pelas 20:30h. Até aqui pode parecer um dia comum para muitos trabalhadores… Contudo, o tempo efectivamente “livre” para as mães estava estimado em 1hora e 7 minutos, sendo que o tempo que dedicavam à família e crianças era de 12 horas (além do seu trabalho de 8horas em média).

Apesar da exigência e da coordenação de várias tarefas domésticas, laborais e sociais, as mães referem que a coordenação das mesmas é algo que se adaptaram com ajuda de familiares e do companheiro, elegendo as seguintes actividades como o seu “colete salva-vidas”:

  • Estar com outras mães e partilhar desafios
  • Ter apoio na logística da comida
  • Centros de babysitting
  • Participação dos avós

Claro que estes números referidos são uma média, aplicada a uma sociedade com rotinas ligeiramente diferentes da nossa e especificidades muito próprias do povo americano. Contudo, é mais do que evidente que a capacidade das mulheres em fazer múltiplas funções ao mesmo tempo está no seu exponente máximo quando passamos pela maternidade.

Mas é ainda mais claro que as mães em geral, americanas e portuguesas, precisam de ajuda!

Precisam de suporte nos locais de trabalho, famílias e na comunidade.

Falamos muito de ambientes e práticas babyfriendly, vamos lá incentivar a natalidade! Mas esqueceram-se de um pequeno (grande) pormenor… também precisamos de ser momfriendly, senão não temos famílias saudáveis/funcionais e temos mulheres EXAUSTAS! Esta exaustão leva a problemas sérios de saúde nas mulheres e leva a dinâmicas familiares pouco saudáveis também…

E pronto, uma palavra amiga… um gesto de apoio e carinho são por isso sempre bem-vindos… Bem como repartição das tarefas não só de casa como das crianças.

(Ou um simples café cheio , que não esteja frio porque se esqueceram de beber enquanto mudavam a fralda do mais novo e tiravam o brinquedo da boca do mais velho 😉 )

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *