Um segundo filho exige que o casal repense a sua dinâmica e organize alguns aspectos da dinâmica familiar.

Por vezes este tempo não existe porque a imprevisibilidade é algo que toca a todos… Mas deverão saber alguns aspectos importantes antes de irem ao second round 😉 :

 

  • O parto anterior condiciona o meu próximo parto? 
    O vosso passado obstétrico é muito importante para as experiências seguintes. Se tiveram alguma hemorragia ou uma sutura que infectou, uma complicação no parto… tudo isto são dados importantes para alertar o profissional de saúde que vos segue.
    Porém, se o primeiro parto foi cesariana o próximo não tem que necessariamente o ser também . O recomendado é que recuperem bem físcamente do primeiro parto (quer da sutura, quer da parte pélvica) para que no próximo seja possível um parto vaginal e que vivam igualmente uma boa experiência. Em média, algumas correntes defendem esperar cerca de 2 anos para que a parte muscular do útero e músculos abdominais/períneo recuperem e não haja riscos de complicações intra-parto (nomeadamente rotura uterina, pela fragilidade dos tecidos)… mas mais uma vez depende de cada caso, mulher e feto!

    SABIA QUE: 
    – Cesariana anterior não é sinónimo de cesariana seguinte! É possível como já referi anteriormente ter um parto via vaginal se esperarmos pela recuperação e durante a condução do trabalho de parto o profisisional esteja atento a este aspecto.

    – A probabilidade de ter um próximo parto vaginal aumenta se os anteriores também o tiverem sido desta via, dado que a dilatação e apagamento do colo útero será reaizada de forma mais rápida.

  • Posso engravidar estando a amamentar?
    Sim! Se as mamadas não forem frequentes e se salterem/atrasarem as mamadas nocturas pode haver alterações hormonais que levem à ovulação e consequentemente a uma gravidez (se tiverem relações desprotegidas).
  • Fazendo a pílula de amamentação existe risco de engravidar?
    Se a toma for contínua e assídua à partida estão seguros, contudo basta que a mulher após a toma vomite ou tenha diarreira, bem como esteja a tomar algum antibiótico (mesmo que seja compatível com a amamentação) que o efeito da pílula pode ficar diminuído e levar a gravidez.
  • Com a idade é mais difícil engravidar?
    Depende de cada caso. É sabido que com o avançar da idade o risco de complicações obstétricas pode aumentar. Mas, cada caso é único e não é sinónimo de infertilidade


    Portanto já sabem… cada casal terá o seu ritmo e timming para o segundo filho. Zero pressão e com calma vão planeando o seu percurso familiar.

    E vocês já estão a pensar na segunda aquisição?

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *