São muito comuns nas mulheres, especialmente nas grávidas!

A proximidade anatómica das estruturas urinárias com a vagina e anus, faz com que seja mais acessível para as bactérias entrarem onde não devem ?

Sintomas:

– Ardor ao urinar

– Fazer xixi às pinguinhas

– Sangue na urina

– Dor na zona lombar

– Febre

– Mal-estar geral

– Náuseas e vómitos

 

A infecção urinária NÃO é o mesmo que uma infecção vaginal!!! Portanto, em caso de dúvida vejam bem os sintomas e peçam observação médica!

 

Na gravidez é mais frequente esta situação? 

Sim! Devido a vários factores:

– pela pressão do feto sobre a bexiga

– as hormonas (progesterona) envolvidas que provocam estase urinaria

– diminuição da nossa imunidade, inerente ao estado da gravidez

– dificuldade da mulher em fazer uma boa higiene pelo tamanho da barriga

 

Por ser muito frequente nesta fase, já se verificou que numa mulher grávida uma infecção urinária acarreta algumas complicações como:

– Risco de aborto

– Aumenta probabilidade de partos antes do tempo

Por vezes, estas infecções são assintomaticas , ou seja, nem sequer temos a percepção que existe algo de anormal. Por isso, é realizado periodicamente durante a gravidez exames também à urina.

 

Como podemos prevenir? 

Dica 1 : fazer uma boa higiene (de frente para trás – na direção da vagina para o anus) sempre que for ao wc e após as relações sexuais! Levem sempre na carteira um lenço caso não haja nas casas de banho públicas papel… Mas evitem toalhitas , pois retirar a camada protectora da pele.

 

Dica 2: usar sempre cueca de algodão e atenção às famosas tangas/fio dental, pois quer o tecido quer o design não são amigos da nossa vagina!

 

Dica 3: evitar banhos de imersão em locais públicos ou pouco higienizados.

 

Dica 4: Beber água para promover um bom funcionamento renal

 

Super dica: comam arados, pois este fruto é óptimo para as vias urinárias! Podem colocar o fruto no iogurte ou nas barritas de cereais caseiras, ou até mesmo um sumo natural! ?

No pós-parto também pode acontecer esta situação clínica, porque algumas senhoras ficaram algaliadas o que acarreta algum risco de infecção.

 

Mais uma vez os cuidados que referi em cima  devem ser mantidos e lembrem-se em caso de dúvidas ou de algum sintoma peçam observação médica , pois poderá ser necessário medicação! ?

 

2 replies
  1. Inês pereira pina
    Inês pereira pina says:

    Obrigada, querida Enf Carmen! Tanto pela explicação como pela dica do arando na minha infecção urinária.
    O sumo de arando tem um sabor horrível mas ajuda a melhorar bem mais rápido ❤
    Beijinho

    Reply

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *